quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Banda Lira dos Educandos Artificies


  • A cidade de Teresina desde a sua fundação, sempre manteve em seu convivio uma rica tradicão musical ligada as bandas de música. Um exemplo deste convivio histórico é a Banda Lira dos Educandos Artificies, que foi herdada como um presente da cidade de Oeiras para Teresina.
BANDA LIRA DOS EDUCANDOS ARTIFICIEIS (1847/1873)
O Estabelecimento de Ensino dos Educando Artificies foi criado pelo resolução provincial nº 220, de 24 de setembro de 1847 e foi instalada na cidade de Oeiras - Pi em 24 de dezembro de 1849. Destinava-se a acolher crianças pobres e desamparadas, dando-lhe abrigo, instrução e ensino profissional. Dentre as oficinas de formação técnica ali ofertadas, podemos destacar: marcenaria, serralheria, alfaiataria, sapataria e música através de instrumentos musicais da formação da banda de então.
Após a instalação do Estabelecimento dos Educandos Artificies na cidade de Oeiras - Pi, não demorou para o surgimento da primeira formação da Banda Lira dos Educandos Artificies que logo se integrou ao contidiano da população da antiga capital do Piauí. Com a ocorrência da mudança da capital de Oeiras para Teresina em 1852, todos os orgãos públicos foram transferidos para a nova capital e com isso o Estabelecimento do Educandos Artificies com sua banda de música foram herdados de Oeiras para Teresina.
O professor e mestre de música Evaldo Passos da UFPI, em sua tese de mestrado sobre o movimento bandistico na cidade de Teresina, nos afirma:
  • "A banda de música de Teresina, nasceu sob a orientação politica do poder. Daí a forte dependência histórica que se estabeleceu entre o poder politico e as atividades bandistica".

Pesquisando no livro “HISTÓRIA DE TERESINA” do historiador e pesquisador Piauiense Clodoaldo Freitas publicado pela Fundação Cultural Monsenhor Chaves em 1998, fazemos alguns recortes no que referem-se a atuação da banda de música Lira dos Educandos:

  • "Em 1956, já estabelecido em Teresina, a Escola dos Educandos Artífices com 48 educandos distribuídos em varias oficinas entre eles 16 formam a banda de música que consta de um baixo, um piston, um flautin, dois trombones, duas trompas, quatro clarinetes, um bombo, uma caixa de rufo, uma arvore de campas, um par de pratos e um triangulo. Os educandos músicos demonstram terem tirado proveito com os ensinos do primeiro mestre Manoel Joaquim Barbosa, a quem sucedeu Francisco Frederico Jorge Ribeiro Cavalcante e a este, Clemente Maranhense Freire Lemos”.
  • "Em 1868, já são 23 Educandos que recebem instrução musical participando da banda de música e da orquestra organizada para eventos especiais. As aulas de música são ministradas pelo mestre Matheus Pinheiro de Oliveira e contra mestre Febrônio Ferreira Moraes".

Em 1873 por problemas politicos o Estabelecimento Educandos Artificies foi extinto, mas sua banda teve a continuidade de seus trabalhos garantido em uma rápida passagem pelo Internato Artistico do Sr. João do Rêgo Monteiro quando foi incorporada ao Corpo de Policia da Provincia do Piauí através da Resolução Provincial de Nº 909 de 17/07/1875. Através desta resolução, todos os 20 componentes da extinta banda Lira dos educandos (então banda do Internato Artistico), incluindo seu maestro, o mestre Pedro Sanches, foram incluindos como músico no Corpo de Policia da Provincia do Piauí com a finalidade de formar a banda daquela corporação militar.

  • A Banda Lira dos Educandos Artificies enquanto existiu na cidade de Teresina (1852 à 1875), foi de imenso valor artistico, social e cultural para a nova capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário