terça-feira, 25 de janeiro de 2011

A Música Nas Instituições Militares


  • A história nos mostra que desde os tempos mais remotos a música tem sido companheira do homem na paz, na guerra, no lar, na dança, nos rituais religiosos, etc.
Didaticamente a literatura tem dividido o estudo da música em três modalidades:
  • Música religiosa
Acompanha o homem dentro do templo religioso ou que é utilizada em seus rituais de adoração a divindade.
  • Música profana
Acompanha o homem nas diversões, no lazer, na folia fora do templo religioso.


  • Música MILITAR
Acompanha o homem na guerra objetivando impressionar ou atemorizar os adversários; dar ritmo e harmonia aos movimentos dos combatentes; anima-los e levatar lhes o espírito de corpo e para transmitir ordens.

NA ANTIGUIDADE

A Música Militar na antiguidade era feita fundamentalmente com instrumentos de percussão e instrumentos de sopro que serviam para marcar a cadência das tropas em seus deslocamentos.

  • Marchas batidas, Gritos de Guerra e Canções Guerreiras tinha como função primitiva incitar à coragem e aterrorizar o inimigo nas batalhas.

Curiosamente, a música usada para a marcação da cadência das tropas durante os deslocamentos com o tempo passou a ser chamada também de marcha.

NA IDADE MÉDIA
  • Na idade média a música militar passa a estar presente também nas cerimônias solenes e nos cortejos, no espírito militar medieval da Cavalaria. Ex. As Cruzadas.

NA IDADE CONTEMPORÂNEA
  • No século XIX, com o liberalismo, a música militar estabeleceu um contacto mais próximo com a sociedade civil. Com a Revolução Francesa, o relacionamento do Exército com a sociedade civil vai trazer a música militar dos salões da corte e dos quartéis para o povo nos espaços ao ar livre e um novo tipo de repertório vai servir o entusiasmo e a afirmação dos ideais liberais.
A Revolução Industrial vai permitir um grande desenvolvimento dos instrumentos de sopro e dar origem ao modelo de Banda de Música que hoje conhecemos.

TIPOS DE MÚSICA MILITAR
  • Gritos de Guerra – têm por finalidade levantar o moral da tropa. Ex. “Hurra!”
  • Comando por Toque - têm por finalidade transmitir ordens do comandante para a tropa. Ex. Toques de cornetas;
  • Hinos e Canções Cívicas - têm por finalidade exaltar os símbolos de patriotismo na tropa. Ex. Hino nacional brasileiro.
  • Marchas de Desfiles - têm por finalidade marcar a cadência de deslocamento da tropa em passos por minuto. (1) Marchas de Passo Largo - é uma marcha lenta e pesada, usual nos longos percursos; (2) Marchas de Passo Ordinário - é uma marcha bem mais rápida, com andamento próximo ao dobro do anterior, utilizada em desfiles, continências e paradas militares; (3) Marchas de Passo Acelerado - marcha de ataque para a tomada de pontos do terreno ou na carga sobre as linhas inimigas.
  • BIBLIOGRAFIA:
Celso Benedito - Curso Mestres, Historia e Didática nas Filarmônicas, ed. Gov da Bahia.

Antonio Gonçalves Meira e Pedro Shirmer - Música Militar & Bandas Militares, ed. Ombro a Ombro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário