terça-feira, 16 de abril de 2019

Acervo de Partituras Maestro Rocha Sousa


Este acervo contém partituras de composições, arranjos, transcrições e adaptações, elaboradas pelo maestro Rocha Sousa, entre os anos 1987 e 2021, para as formações musicais: Banda de Música, Banda Sinfônica, Big Band, Quarteto de Saxofone e Quarteto de Trombone. As obras encontram-se disponível em formato PDF de acordo com a ordem cronológica de sua elaboração e formação musical.

Acervo de Obras Musicais do Maestro A. C. Rocha Sousa:
  • Big Band 
Composições:
  1. Three Notes (Swing); [Rocha Sousa / Luizão Paiva]; Arranjo: Rocha Sousa (2002);
  2. Jenipapo Doce (Xaxado); [Rocha Sousa] Arranjo: Rocha Sousa (1997);
  3. Pather Banner (Swing); [Rocha Sousa / Luizão Paiva / Enaldo Jr.]; Arranjo: Rocha Sousa (2003);
  4. Rua dos Cocos (Baião); [Rocha Sousa]; Arranjo: Rocha Sousa (2010);
  5. Enaldo no Frevo (Frevo); [Rocha Sousa]; Arranjo: Rocha Sousa (2017);
Arranjos, Transcrições e Adaptações (Instrumental):
  1. A Traste of Honey (Latin Jazz); [Tijuana Brass 1962]; Transcrição Rocha Sousa (1995);
  2. Lamentos (Choro); [Pixinguinha]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (1998);
  3. Wave (Samba Jazz); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2001);
  4. Desafinado (Samba Jazz); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2002);
  5. Garota de Ipanema (Samba Jazz); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2003);
  6. Manhã de Carnaval (Samba Jazz); [Luiz Bonfá]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2003);
  7. Fly Me To The Moon (Samba Jazz); [Bart Woard]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  8. Samba de Uma Nota Só (Samba Jazz); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2004);
  9. Amor em Paz (Samba Jazz); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2004);
  10. Amphibious (Afro): [Moacir Santos]; Transcrição A. C. Rocha Sousa (2005);
  11. Espinha de Bacalhau (Choro); [Severino Araújo]; Transcrição A. C. Rocha Sousa (2005);
  12. Feitiço da Vila (Samba); [Noel Rosa]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2005);
  13. Meditação (Samba Jazz); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2005);
  14. Sampa (Samba Jazz); [Caetano Veloso]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2005);
  15. Saxofone Porque Choras (Choro); [Ratinho]; Adaptação A. C. Rocha Sousa (2006);
  16. Mambo #05 (Mambo); [Perez Prado]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  17. Mambo #08 (Mambo); [Perez Prado]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  18. Mambo Jambo (Mambo); [Perez Prado]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  19. Mambo Espanha (Mambo); [Perez Prado]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  20. Medley Calypso (Calypso); [Autores Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  21. Medley Swing (Rock); [Autores Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  22. Itália Medley (Bolero); [Orquestra Maestro Zezinho]; A. C. Rocha Sousa (2007);
  23. Medley Disco 01 (Disco); [Autores Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2007);
  24. The Girl From Paramarimbo (Latin Jazz); [Berry Lipman]; Arranjo Rocha Sousa (2008);
  25. Mulher (Fox-Canção): [Orquestra Maestro Zezinho]; Transcrição Rocha Sousa (2008);
  26. La Vie en Rose (Balada); [Edith Piaf]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2009);
  27. Carinhoso (Samba-Canção); [Pixinguinha]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2009);
  28. Wepped Cream (Latin Jazz); [Tijuana Brass 1962]; Transcrição A. C. Rocha Sousa (2012);
  29. Medley Disco 02 (Disco); [Autores Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2013);
  30. Medley Disco 03 (Disco); [Autores Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2016);
  31. Medley Jorge Ben Jor (Samba); Arranjo A. C. Rocha Sousa (2017);
  32. Carnaval Brazil #01 (Marchas e Frevos); [Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2018);
  33. Carnaval Brazil #02 (Marchas e Frevos); [Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2020);
  34. Chiclete com Banana (Samba Jazz); [Gordurinha]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2020);
  35. Maria Fumaça (Funk); [Banda Black Rio - 1977]; Transcrição A. C. Rocha Sousa (2021);
  36. Na Baixa do Sapateiro (Funk); [Banda Black Rio - 1977]; Transcrição Rocha Sousa (2021);
Arranjos, Transcrições e Adaptações - (Solo Vocal)
  1. My Way (Balada); [Paul Anka]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (1995);
  2. Desafinado (Samba Jazz); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2002);
  3. Garota de Ipanema (Samba Jazz); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2003);
  4. Amor em Paz (Samba Jazz); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2004);
  5. Love is All (Balada); [Malcon Robert]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2004);
  6. Amante a Moda Antiga (Fox-Canção); [Roberto Carlos]; Transcrição A. C. Rocha Sousa (2006);
  7. Eu Vou Ter Sempre Você (Bolero); [Antonio Marcos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  8. Chega de Saudade (Samba Jazz); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  9. Let me Try Again (Balada); [Paul Anka]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  10. Emoções (Fox-Canção); [Roberto Carlos]; Transcrição A. C. Rocha Sousa (2006);
  11. Música Suave (Fox-Canção); [Roberto Carlos]; Transcrição A. C. Rocha Sousa (2006);
  12. Pau de Arara (Baião); [Luiz Gonzaga]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  13. Wave (Vocal Masculino); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  14. Eu e a Brisa (Samba-Canção); [Johnny Alf]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2007);
  15. Besame (Bolero); [Flavio Venturine]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2007);
  16. Medley Lupicínio Rodrigues (Samba-Canção); Arranjo A. C. Rocha Sousa (2007);
  17. Medley Jorge Ben Jor (Samba); Arranjo A. C. Rocha Sousa (2007);
  18. Crazy (Slow-Fox); [Julio Iglesias]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2008);
  19. Dois pra Lá Dois pra Cá (Bolero); [João Bosco]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2008);
  • Banda de Música 
Composições: 
  1. Dobrado Nº 01 (Dobrado); [A. C. Rocha Sousa]; (1991);
  2. Cadencia Estudantil (Dobrado); [A. C. Rocha Sousa]; (1997);
  3. Gratidão ao Mestre (Dobrado); [A. C. Rocha Sousa]; (1998);
  4. Guerreiro Alado (Dobrado); [A. C. Rocha Sousa]; (1999);
  5. Os Festejos de União (Dobrado); [A. C. Rocha Sousa]; (2001);
  6. Rapsódia Sertaneja (Fantasia); [Folclore - Piauí - Brasil]; [A. C. Rocha Sousa] (2002);
  7. Comandante Edvaldo (Dobrado); [A. C. Rocha Sousa]; (2003);
  8. Cel Cmt Fco Prado Aguiar (Dobrado); [A. C. Rocha Sousa]; (2007);
  9. Comandante Marcos (Dobrado); [A. C. Rocha Sousa]; (2010);
  10. Capitão Raimundo Soares Rufino (Dobrado); [A. C. Rocha Sousa]; (2016);
  11. Mestre Vita (Dobrado); [A. C. Rocha Sousa]; (2017);
  12. Os Lalaus na Serra (Dobrado); [A. C. Rocha Sousa]; (2019);
Arranjos, Transcrições e Adaptações:
  1. Yesterday (Balada); [Paul McCartney]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (1989);
  2. Roberto Carlos e Suas Canções (versão 1993); Arranjo A. C. Rocha Sousa (1993);
  3. Roberto Carlos e Suas Canções (versão 1999); Arranjo A. C. Rocha Sousa (1999);
  4. Carinhoso (Samba-Canção); [Pixinguinha]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (1996);
  5. Ave Maria (Louvor); [Bach / Gnoud]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (1997);
  6. Cant Help Fall in Love (Balada); [G Weiss / Luigi]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (1997);
  7. Over The Rainbow (Balada); [Harold Arlen]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2001);
  8. Os Boêmios (Maxixe); [Anacleto de Medeiros]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2005);
  9. Smile (Balada); [Charles Chaplin]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
  10. Medley Jorge Benjor [Instrumental] (Samba); Arranjo A. C. Rocha Sousa (2007);
  11. Medley Disco 01 (Disco); [Autores Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2007);
  12. O Trem de Teresina (Xote); [Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2008);
  13. A Morte do Vaqueiro (Xote); [Luiz Gonzaga]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2010);
  14. Ave Maria Sertaneja (Louvor); [Luiz Gonzaga]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2010);
  15. Medley Disco 02 (Disco); [Autores Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2013);
  16. Medley Disco 03 (Disco); [Autores Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2016);
  17. Raridade (Louvor); [Anderson Freire]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2017);
  18. Vivo Per Lei (Balada); [G. Panceri, Valerio Zelli]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2018);
  19. Medley Filmes #01 (Trilha Cinema); Arranjo A. C. Rocha Sousa (2018);
  20. Medley Natal Banda Escola #01 (Temas Natal); Arranjo A. C. Rocha Sousa (2019);
  21. Medley Natal Banda Escola #02 (Temas Natal); Arranjo A. C. Rocha Sousa (2019);
  22. Medley Natal Banda Escola #03 (Temas Natal); Arranjo A. C. Rocha Sousa (2019);
  23. Medley Natal Banda Escola #04 (Temas Natal); Arranjo A. C. Rocha Sousa (2019);
  24. Brasil - Pará - Carimbó (Carimbó); [Pinduca]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2019);
  25. Brasil - Bahia - Axé Music (Axé Music); [Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2019);
  • Quarteto de Saxofones 
Composições:
    1. Jenipapo Doce (Xaxado); [A. C. Rocha Sousa]; (2009);
    2. Apenas um Frevo (Frevo); [A. C. Rocha Sousa]; (2009);
    3. Mucunzá (Baião); [A. C. Rocha Sousa]; (20011);
    4. Valsa Triste (Valsa); [A. C. Rocha Sousa]; (2009);
    5. Enaldo no Frevo (Frevo); [A. C. Rocha Sousa]; (2017);
    Quarteto de Saxofones Arranjos e Transcrições:
      1. Algodão (Baião); [Luiz Gonzaga]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2009);
      2. Ave Maria Sertaneja (Canção e Aboio); [Luiz Gonzaga]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2009)
      3. Aquarela do Brasil (Swing); [Ary Barroso]; Adaptação A. C. Rocha Sousa (2009)
      4. Cabeça de Cuia (Canção); [Pedro Silva]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2006);
      5. Flôr Amorosa (Choro); [Antonio Calado]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2009)
      6. Maracatú (Maracatú); [Vitor Gorni]; Transcrição A. C. Rocha Sousa (2009);
      7. Nordestina (Baião); [Tom Jobim]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2009);
      8. Sons da Tropicália (Ritmos Diversos); [Autores Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2015);
      9. Mourão (Baião); [Guerra Peixe]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2016);
      10. Trem de Teresina (Xote);[Autores Diversos]; Arranjo A. C. Rocha Sousa (2015);
      11. Tuada no Sertão (Rojão); [xxxx]; Transcrição A. C. Rocha Sousa (2011);

      terça-feira, 7 de agosto de 2018

      In Concert Bandas & Orquestras


      • IN CONCERT BANDAS & ORQUESTRAS - Programa que apresenta de forma temática, a música popular orquestrada, sempre com um entrevistado que compõem o cenário da musica local e regional.
      Ouça as edições exibidas nos anos 2018 e 2019, na Radio FM Cultura de Teresina, nos links disponíveis.
      No programa nº 01 o entrevistado é o maestro, saxofonista e band-lider, Enaldo Jr, que criou e mantém a Big Band Caneleiro Jazz.

      Google Driver https://drive.google.com/file/d/1DKcPlqiE1BEsAkg3bod9BTL1A8cMXOWH/view?usp=sharing

      No programa nº 02, o entrevistado é o músico, cantor e cronner, Rômulo Augusto que atua como instrumentista e cantor da Big Band da PMPI em Teresina.

      Google Driver https://drive.google.com/file/d/1XLF5suah6cn-qnkG5p7JdVeJ5tW0O7A5/view?usp=sharing

      No programa nº 03, o entrevistado é o músico, regente e coordenador do Projeto Banda Escola da prefeitura de Teresina, Gustavo Cipriano que atua como regente da Banda Maestro Duda em Teresina.

      Google Driver https://drive.google.com/file/d/1PNjM-PwejAZbxvkFNx7vtGpFbjts1-y9/view?usp=sharing
      No programa nº 04, o entrevistado é o músico, arranjador, trombonista e lider do grupo Tremenbones, Luiz Adriano.

      Google Driver https://drive.google.com/file/d/12fphWOiRWkHkZ4QTPkD69UbhaY7GuPzk/view?usp=sharing
      No programa nº 05, o entrevistado é o músico, trombonista, compositor e líder do grupo Trombone e Companhia, e Orquestra Fevendo o Frevo, Vando do Trombone.

      Google Driver https://drive.google.com/file/d/1O4LEQFLMP9RXc8eP0JDYbwJJygLd7nBr/view?usp=sharing
      No programa nº 06, o entrevistado é o músico, saxofonista e atual Superintendente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves da Prefeitura de Teresina, Abiel Bonfim.

      Google Driver https://drive.google.com/file/d/1aWhdtKUpOAT7Ai9dU6m38-TgfaeVCwlg/view?usp=sharing

      No programa nº 07, o entrevistado é o músico, violinista da Orquestra Sinfônica de Teresina e Prof. de Cordas Friccionadas, Carlos Gilberto.

      Google Driver https://drive.google.com/file/d/1dgi0E1whV6lHABJeymWyRMUs4h2OAV9r/view?usp=sharing
      No programa nº 08, o entrevistado é o maestro Isacio dos Santos, ex-maestro da Banda de Música da Polícia Militar do Piauí e Educador Musical que atua na cidade de Teresina e região.

      No programa nº 09, o entrevistado é o músico multi-insturmentista guitar, violão e saxofone Nairom Moraes, atuante no movimento pop rock da cidade de Teresina e músico free-lance na noite Teresinense e região.

      Google Driver https://drive.google.com/file/d/1MUdhYdpmjns2VKXDIad-pO9ksvjuWrZ3/view?usp=sharing

      No programa nº 10, o entrevistado é o músico, educador musical, baterista e percussionista Daniel Medeiros, atuante nas bandas de música, bandas escolas, big bands e bandas de bailes da cidade de Teresina e região.

      Google Driver https://drive.google.com/file/d/1csbnpp2Q5XhY9j6vvJWc1OkkiubF5s8x/view?usp=sharing
      No programa nº 11, o entrevistado é o músico instrutor, regente, educador musical e saxofonista Vitalino Junior, muito atuante na cidade de Teresina e também em bandas de músicas de diversos municípios da região.

      Google Driver https://drive.google.com/file/d/1J2uSwHnHO0G9qR_506wcOp92UZKESiK4/view?usp=sharing
      No programa nº 12, o entrevistado é o mestre de banda, regente, arranjador, compositor, educador musical e trombonista Maestro José Elton Oliveira, músico muito atuante na cidade de Teresina e também ex- regente da banda de música da PMPI.


      No programa nº 13, programa especial de cobertura da primeira noite 23º Festival de Bandas de Musica da Cidade de Teresina. O programa interage com músicos e regentes das diversas bandas participantes do festival.

      No programa nº 14, programa especial de cobertura da segunda e terceira noite do 23º Festival de Bandas de Musica da Cidade de Teresina. O programa interage com músicos e regentes das diversas bandas participantes do festival.

      Google Driver https://drive.google.com/file/d/1RiiSQLiyaJSDYEACXNV5r05MPq3PTno9/view?usp=sharing

      No programa nº 15, os entrevistado são os músicos e regentes da banda do Escolão do Bairro Mocambinho de Teresina.

      No programa nº 16, o entrevistado é o jovem mestre de banda e trombonista André Aragão, que exerce um trabalho na cidade de Burití dos Montes - PI, O programa também faz uma cobertura do encerramento da Semana da Música e conversa com os participantes e organizadores.


        segunda-feira, 6 de abril de 2015

        Trabalhos de Pesquisa Sobre a Música Piauiense

        Quartel da Polícia Militar do Piauí até 1878
        • Pesquisas produzidas sobre a História da Música Piauiense que nos ajudam na compreensão dos diversos aspectos e contextos artísticos musicais ao qual a nossa sociedade se utilizou e vem se utilizando até os dias atuais.
        Na sequencia os Links disponíveis para baixar.
        Esta pesquisa, do Professor João Walter Ferreira Filho, faz uma retrospectiva história das iniciativas de Educação Musical no Estado do Piauí no recorte temporal compreendido entre a fundação de Oeiras, primeira capital piauiense, até os dias atuais.
        Pesquisa que apresenta uma visão historiográfica sobre o trabalho musical desenvolvido através da Banda de Música da Polícia Militar do Estado do Piauí, em um recorte temporal desde o ano de sua criação em 1875 até o ano 2013. Pesquisa de autoria do músico e historiador A. C. Rocha Sousa.
        Pesquisa de Júlio Cesar de Oliveira, que trata de um resgate, de cunho biográfico sobre a vida e trabalhos realizados por Luiz Santos um músico, mestre que contribuiu de forma significativa para a educação musical e para realização de projetos de ensino musical no Estado do Piauí.
        Esta pesquisa, de Abimael de Moura Costa, propõe analisar a criação, consolidação e contribuição da Banda de Música do Escolão Mocambinho em Teresina, para formação musical de seus integrantes e sua atuação no cenário artístico musical teresinense.
        Esta pesquisa, de Fagner Williams de Moreira Lima, propõe investigar a importância e contribuição do Projeto Banda Escola da Prefeitura de Teresina, para formação musical de seus integrantes e sua atuação no cenário artístico musical teresinense.
        Monografia de Roberto Carvalho da Cunha apresentada para conclusão do Curso de Licenciatura em Música, Universidade Federal do Piauí - UFPI, sob a orientação do Professor Dr. Ednardo Monteiro Gonzaga do Monti. Esta pesquisa tem como horizonte a história e a memória da Escola de Música Adalgisa Paiva (EMAP), através dos relatos de seus ex-professores. O recorte temporal é dado entre os anos 2001 e 2010, buscando dentro desse tempo, abordar a criação e as práticas docentes nessa instituição.
        O presente trabalho de conclusão do Curso de Licenciatura em Música, Universidade Federal do Piauí - UFPI, de Wesley Gomes de Araújo, sob a orientação do Professor Dr. Ednardo Monteiro Gonzaga do Monti, busca refletir numa perspectiva histórica a memória da Banda da Associação Médico-Cultural Francisco de Assis (2000-2008). Apresenta como objetivo geral a compreensão das memórias de suas atividades na cidade de Piracuruca-PI.

        segunda-feira, 28 de novembro de 2011

        XVIII Festibandas de Teresina

        Orquestra Jovem de União na 3ª noite do festival
        • Nos dias 23, 24 e 25 de Novembro, acompanhei a realização do XVIII Festival de Bandas de Teresina, uma realização da Prefeitura Municipal de Teresina através de seu órgão gestor das ações culturais – Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves.
        Foi emocionante constatar a grandeza do movimento musical das bandas de músicas da nossa região e perceber a elevação do nível de suas apresentações, com algumas bandas-escolas chegando atingir um nível similar às profissionais.

        A infraestrutura e a organização do evento também melhorou muito, principalmente no que diz respeito ao audio que foi com qualidade profissional. Vários bandas apresentaram-se durante os três dias do festival, pra ser mais preciso, vinte e oito bandas entre profissionais e bandas-escolas; algumas com bons uniformes, outros não; e no que diz respeito a carga instrumental a maioria de boa qualidade.

        Constatei também a gradativa evolução técnica da regência, por alguns jovens maestros que estão tendo uma oportunidade de crescerem juntos com seus grupos.  O número de bandas de nível técnico-musical comprometedor foi mínimo. Tudo isso dá mostras de que o movimento das bandas de música no Piauí está no caminho certo e que, apesar das dificuldades existentes, a expectativa para os anos vindouros é altamente positiva. 

        Entretanto, considerando que o progresso do movimento de bandas em nossa região depende de constantes melhorias e inovações, acredito que o próximo festival precisa ser bem melhor, pricipalmente no que diz respeito a uma definição regulamentar sobre a categoria dos grupos participantes que atualmente vivem uma ligeira confusão de identidade entre banda de música tradicional e big bands. Outro ponto para a analise é o repertório das bandas que, se por um lado precisa ser moderno e atual, por outro, não pode ser incoerente com a identidade cultural da banda de música tradicional.

        • O grande mérito do festival de bandas de Teresina ao longo de suas diversas edições, tem sido motivar as bandas para uma busca contínua da melhoria da qualidade, além de um espaço de integração onde cada grupo mostra o resultado do que foi trabalho durante o ano.

        Sugestão para próximas edições do Festival

        A qualificação dos mestres e músicos é uma questão que também pode ser inserida na organização do pròximo festival. Oficinas que abordem o aperfeiçoamento das metodologias do ensino coletivo para banda de música e oficinas de manutenção com cursos de reparos dos instrumentos musicais, creio que seja de grande valia.

        • O Festival de Bandas de Teresina existe há 25 anos e em sua primeira edição teve a frente o maestro Cariús no ano de 1987. Dede então é organizado no mês de novembro dentro das progamações alusiva a semana da música pela Prefeitura de Teresina. Em sua XVIII edição foi coordenado pelo maestro Vitalino Jr.

        quarta-feira, 19 de outubro de 2011

        Orquestra Jovem de União - Pi


        • Em União, a atmosfera já não é mais a mesma. Está ambientada ao som de violinos, violoncelos, oboés, clarones, clarinetes e muitos outros instrumentos musicais. E mais do que isso, transforma a vida de meninos e meninas daquela cidade com uma atividade voltada para a promoção do desenvolvimento humano por meio da arte e da cultura.

        A cidade de União - Pi, localizada a 56 km da capital do Estado do Piauí, vem transformando-se aos pouco em um modelo nos quesitos: inclusão social e musicalização de jovens. A prefeitura do municipio através do prefeito José Barros, implantou no ano de 2010 no municipio, o projeto "Orquestra Jovem de União", no intuito de promover melhores pespectivas de vida no futuro para as crianças e jovens da cidade. e desde de então o municipio colhe os bons resultados deste investimento.


        O projeto "Orquestra Jovem de União" atende crianças e adolescentes de baixa renda da cidade através de oficinas de iniciação musical em instrumento de cordas friccionadas (violino, viola, violoncelo e contrabaixo), sopro (flauta, clarinete, trompete, saxofone, tubas e trombone), e instrumentos musicais de percussão.

        • O projeto tem a condução do maestro Rocha Sousa e conta com uma equipe técnica especializada no ensino musical de jovens nos diversos instrumentos musicais que compõem a orquestra sinfônica.
        Na primeira etapa realizada no ano de 2010, o projeto formou a Banda Infanto Juvenil da cidade com 30 alunos da Escola Municipal Padre Luiz de Castro Brasileiro. Na segunda etapa do projeto realizada em 2011, a Prefeitura de União-Pi investiu na aquisição de instrumentos musicais visando a formação da Orquestra Jovem de União que foi lançada oficialmente em agosto/2011 e conta com 50 integrantes na faixa etária entre 07 e 13 anos.

        Confira aqui como tudo começou:

        • Além do cunho social, a principal meta do projeto é transformar a cidade de União em um pólo musical-técnico regional e para isso toda equipe técnica envolvida no projeto trabalha com bastante afinco para que essas pretensões se tornem realidade.

        terça-feira, 6 de setembro de 2011

        Orquestra Theresina Jazz Band

        Orquestra Theresina Jazz Band
        • A Theresina Jazz Band é uma orquestra big-band que foi formada em 2000, por inciativa do trompetista, pianista, compositor e arranjador - maestro Fábio Mesquita. Ao ser criada, sua primeira formação foi integrada por vários músicos que sempre estiveram muito próximos ao maestro Mesquita e que também ansiavam em participar de uma Big band. A Therezina Jazz Band nasceu com a vocação para expressar em suas interpretações, a verdadeira essencia da linguagem musical das big bands tradicionais.

        Do universo dos compositores da música popular universal para dançar, selecionou peças de alguns dos mais notáveis - Perez Prado, Ray Conniff, Frank Sinatra, Glenn Miller, entre outros. Juntou a esse repertório canções mais atuais e, brilhantemente, arranjou-as para a formação de big-band. Embora conte com excelente solistas, valorizou mais o conjunto do que a individualidade.


        A Therezina Jazz Band iniciou suas atividades há 10 anos na cidade de Teresina e já começou tocando em festivais como o "Artes de Março" no Teresina Shoping e o Festival de Inverno da cidade de Pedro II, templo musical por onde tem passado a nata dos intrumentistas brasileiro. Nese periodo também apresentou-se em vários outros eventos e festas particulares realizada nos estados do Piauí, Maranhão e Ceará. 

        Maestro Fábio Mesquita

        Mesquita iniciou seus estudos musicais muito jovem no inicio dos anos 90 em Maranguape-Ce, sua cidade natal. Aos 12 anos já tocava trompete na banda municipal da cidade. Participou de outras bandas na cidade de Fortaleza  como a do colegio PIAMARTA e estudou trompete no conservatório Alberto Neponuceno na mesma cidade. Tem licenciatura em música pela UECE e especialização em regência pela UEL. Iniciou sua carreira profissional muito cedo gravando em em estudios e tocando em bailes como músico tecladista nas bandas de forró da região. Aos 17 anos radicou-se na cidade de Teresina onde, pouco tempo depois, iniciou carreira como músico militar na banda do 25º bc.


        • Maestro Fábio Mesquita, um dos músicos mais respeitados da nossa região não só como multi-instrumentista mas, tambem, como arranjador e compositor.

        terça-feira, 23 de agosto de 2011

        Coral dos Vaqueiros de União-Pi

         
        
        • A Associação dos Vaqueiros da cidade de União-Pi criada em 30 de maio de 1984 visando fortalecer a luta do vaqueiro em busca do reconheciemto de seus direitos e mostrar o valor de sua cultura, resolveu criar o Coral dos Vaqueiros do município de União-Pi.
        "Um coral típico formado só de vaqueiros cantando o abôio do sertanejo, seus lamentos, sua música de trabalho, a música do seu lugar, era inédito até então no Brasil. Através do coral temos tido a oportunidade ímpar para mostrar nossa cultura. Aliás, nossa cultura primeira, do tempo da colonização", argumenta o vaqueiro Chico Teófilo, presidente da Associação dos Vaqueiros de União, e justifica que os vaqueiros e os pescadores foram os primeiros profissionais que ajudaram e ainda ajudam a construir este país.

        • Como surgiu o coral
        "Nós também tivemos a idéia de lançar o coral dos vaqueiros após a gente viver implorando apoio. Com a criação, nós passamos a pedir cantando, ou melhor aboiando, e com isto as coisas começaram a facilitar. Os governos começaram a entender e ajudar. A criação então foi para pedir cantando, o que antes fazia implorando. O coral prosperou e é admirado por muitas pessoas, principalmente gente que faz cultura e o jornalismo. Já nos apresentamos em vários estados e cidades do país, Fortaleza, Brasília, Piauí, Maranhão". 

        Maestro Emmanuel Coêlho Maciel - conduzindo o coral em 2007
        • Associação dos Vaqueiros  
        "A Associação dos vaqueiros foi criada no dia 30 de maio de 1984. A criação da associação trouxe a cidade de União para o mundo, porque foi lá que começou a história do vaqueiro no Brasil, aconteceu a primeira missa em homenagem a São Raimundo Nonato, que foi celebrada pelo Pe. Luis Brasileiro, que aliás, agora, está completando o seu centenário, que era o pároco da cidade em 1944, quando foi feita a primeira procissão dos vaqueiros no Brasil, puxada pelo padre e mais outros 14 vaqueiros". 


        • As Conquistas 
        "Nós já criamos a Lei da Câmara Municipal que instituiu o Dia do Vaqueiro, o que veio dá mais condição e fortalecer essa cultura no município. Depois fundamos a sede própria. Em 1987, na época da Constituinte fomos a Brasília, no dia 03 de novembro, foi quando invadimos o Congresso Nacional de ternos de couro e a partir de então foi feita uma reportagem no Diário do Nordeste que mostrou a importância histórica do vaqueiro para o Brasil".

        • "Nós já temos também O Dia estadual do vaqueiro, o dia nacional proposto pelo deputado Nazareno Fonteles, conquistado em 2008 e sancionado pelo presidente Lula, que é comemorado no dia 29 de agosto em nível municipal, estadual e nacional".
        "Criamos também a comenda do vaqueiro pelo governador Mão Santa. Todo ano tem essa ida na cidade de União do governador para entregar essa comenda e, que este ano, quem vai receber é um vaqueiro de José de Freitas e outro de Miguel Alves. Criamos também o sindicato do vaqueiro, que está no Ministério do Trabalho só esperando uma resposta para a gente poder aposentar o vaqueiro como vaqueiro e não como trabalhador rural", afirma o vaqueiro Chico Teófilo, presidente da Associação dos Vaqueiros de União.
        • Videos da festa do Vaqueiro nas cidades de Aroazes e União-Pi


        quinta-feira, 21 de julho de 2011

        Orquestra Nostalgia no Palácio da Música

        • A Orquestra Nostalgia apresentarou-se no dia 28 de Julho, às 20h no Palácio da Música em Teresina. Conheça aqui um pouco da história da orquestra e saiba como foi o show.

        A “Orquestra Nostalgia” nasceu em 2006 liderada pelo maestro Rocha Sousa, mas já existia desde de 2002 como um grupo de estudos da Escola de Música Adalgisa Paiva da UFPI intitulada Big Band EMAP. Com o tempo emancipou-se e transformou-se em uma orquestra profissional experimentada que proporciona aos ouvintes de todas as faixas etárias e classes sociais, um repertório orquestrado com músicas que a mais de um século emociona as mais diversas gerações.

        Desde sua criação a “Orquestra Nostalgia” já realizou diversos shows, mostrando um repertório versátil, despido de qualquer tipo de preconceito, que inclui desde os temas das orquestras de salão tradicionais, entre outros diversos estilos musicais consagrados.

        A “Orquestra Nostalgia” é composta por vinte e dois músicos profissionais, todos compromissados com a qualidade da música popular. São cinco saxofones, um clarinete, quatro trompetes, quatro trombones, dois cantores, guitarra, teclado, baixo, bateria e percussão.

        • No vocal a “Orquestra Nostalgia” tem o cantor Chico Ratum um dos últimos cronner representante das grandes vozes das orquestras de salões, interpretando os clássicos românticos da música popular internacional com arranjos elaborados especialmente para sua voz. A “Nostalgia” tem ainda a linda voz das cantoras Mira e Leni que interpretam clássicos da música popular brasileira.
        Para conferir alguns momentos do show com a "Orquestra Nostalgia", basta assistir aos videos abaixo.