terça-feira, 1 de setembro de 2009

A Banda de Música e Os Desfiles Cívicos

Banda do 25 Bc - Teresina-Pi
  • A vida urbana moderna nas cidades reservou com certeza um lugar para o som das bandas de músicas em muitos momentos, dentre estes: nos desfiles cívicos do dia 07 de setembro; e tantos outros, como inaugurações, procissões e missas, e outros de pura folia, como as “bandas” carnavalescas e de rua.
Erroneamente associados ao período militar brasileiro - que não criou, mas apenas incentivou eventos desta natureza - os desfiles cívicos parecem, não ter perdido a enorme popularidade de que gozavam há várias gerações.
Por exemplo, durante o período do Estado Novo, 1937-1945, houve uma preocupação do governo Getúlio Vargas em estimular o sentimento patriótico nas escolas e agremiações civis. O aspecto mais incisivo desta prática na área musical foi a organização, a cargo do maestro Heitor Villa-Lobos - compositor, didata e maior expoente da corrente nacionalista na música brasileira - dos Orfeões.
O fim do Estado Novo e do movimento orfeônico deixou um vácuo que foi parcialmente preenchido pelas Bandas de Músicas, agremiações musicais de inspiração européia cuja tradição entre nós remonta desde o Império. Estas passaram a encabeçar os desfiles cívicos, observados em várias datas, mas, concentrados no dia da Independência do Brasil, 07 de setembro.
Com o surgimento do rádio e a indústria de entretenimento a banda deixou de ser a principal alternativa de entretenimento, mas nunca deixou de ser uma séria alternativa de afirmação musical na vida das cidades.
Um exemplo é a Prefeitura de Teresina que utiliza a banda de música como elemento de formação de jovens através de um Projeto de Bandas-Escolas que mantém 23 bandas em diversas localidades da cidade. Em muitas outras cidades brasileiras o movimento de bandas tem crescido muito, principalmente pela força da cidade e das comunidades.
  • No estado do Piauí, hoje existem cerca de 70 bandas em funcionamento segundo dados da FEBEPI (Federação de Bandas do Estado do Piauí). Dentre estas estão: Banda de Música da Polícia Militar do Piauí (1875); Banda de Música Municipal de Parnaíba (1898); Banda de Música Municipal de Barras do Maratoan (1911); Banda de Música do 25 BC na cidade de Teresina (1918); Banda de Música Municipal de Picos (1942); e a Banda Sinfônica Municipal 16 de Agosto da cidade de Teresina (1968).
A título de esclarecimento, convenciona-se que as bandas de músicas são grupos instrumentais compostos exclusivamente por instrumentos de percussão, instrumentos de sopros de metal e instrumentos de sopro de madeira. As bandas diferenciam-se das orquestras (além, é claro, da finalidade diversa) pela ausência de instrumentos de cordas.
  • Vidéo com desfile do Comando Militar do Sul ao som do Dobrado Batista de Melo.

2 comentários:

  1. O locutor é um velho amigo da FAB e a banda na verdade é uma reunião das Bandas da PE, cavalaria, Banda da BACO (na qual fui musico por 16 anos) e Brigada Militar banda da Ajudancia.
    Sepé Tiarajú
    Maestro - Produtor Musical
    OMB - 22.579

    ResponderExcluir
  2. De: Silvio, da banda do 25° BC..... p/ Rocha Sousa
    Tá muito bom este Blog Maestro Rocha....
    Meus parabéns e feliz Ano Novo a vc e sua digníssima família............
    Um Abraço.....

    ResponderExcluir